sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Eric Burdon and the Animals- (INGLATERRA)

comedores de ácido parte 3

O The Animals surgiu na década de 60 e, ao lado dos Rolling Stones, tornou-se um dos principais nomes da “British Invasion”.
Gravaram um EP com as músicas que tocavam nos bares da cidade e o resultado veio rápido, através de um contrato com a Columbia Records. Em 1964, o grupo lançou o primeiro single, “Baby Let Me Take You Home”, seguido pelo álbum de estréia, “The Animals”. Após o lançamento do disco “Animal Tracks” em 1965, Price largou a banda. Alguns boatos diziam que ele tinha medo de avião, outros falavam que o motivo seria as brigas constantes com Burdon. Em seu lugar entrou Dave Rowberry.
Alguns problemas surgiram após a saída de Price, o empresário Mickie Most e a gravadora quiseram que o grupo criasse músicas mais comerciais. Os integrantes não gostaram do rumo e trocaram de empresário e de gravadora antes de lançar o terceiro disco, “Animalisms”, que saiu em 1966 pela Decca. Mas os problemas não acabaram, Steel também preferiu deixar a banda e foi substituído por Barry Jenkins. Depois foi a vez de Chandler e Valentine tomarem outro rumo e, em 1966, o Animals colocava um fim na carreira.
No ano seguinte, Burdon liderou a volta do grupo, mas com novo nome: Eric Burdon and The New Animals. A formação contava ainda com Jenkins (bateria), John Weider (guitarra e violino), Vic Briggs (guitarra) e Danny McCulloch (baixo). Lançaram um disco/coletânea chamado “Eric is Here”, 1967. Um ano depois, o grupo não tinha mais Briggs e McCulloch, que foram substituídos por Zoot Money e Andy Summers. Mas um novo fim foi marcado pela mudança de Burdon para Los Angeles, onde ingressou na banda War.

Texto by rockonline

Vai que é seu :
Eric Burdon and the Animals – Inside Out

2 comentários:

Valves disse...

Aeee mano...só tá postando som firmeza ... só os classe A

Claudio Cox disse...

opa!!! valeu!!!